Oposição em João Lisboa temendo derrota certa apela para briga judicial...



A oposição no município de João Lisboa-MA, a 600km da capital, já esqueceu a derrota esmagadora nas urnas por 9 mil votos a favor da reeleição do atual prefeito Jairo Madeira (PSDB), e que agora segue firme juntamente com seu grupo político no apoiamento ao pré-candidato Vilson Soares (PDT) para a sucessão municipal.
Assim, a novela se repete na disputa eleitoral onde o mesmo grupo que por não se conformar com a perda nas urnas apelava para tentativa do ganho no tapetão, e aqui diga-se duas ações na justiça movida pelo atual grupo da oposição (que prega o novo e de novo pratica mesmo são as velhas práticas) sendo elas uma de "um terreno da atual Vice-prefeita" e a outra ação "sob alegação de 3o mandato do atual gestor", o que aqui vale ressaltas que ambas as ações tiveram seu desfecho frustrado pela rejeição unânime da justiça à época.


Pois bem, como dito acima o auto-declarado "grupo do Novo" volta com suas velhas práticas, onde agora novamente não se contém em apenas disputar o voto a voto dos eleitores joaolisboenses volta a bater nas portas da justiça eleitoral, tipo, aquele irmão mais novo que por não aguentar o tranco da briga com o vizinho apela para o irmão mais velho? Pois é, melhor analogia não se poderia encontrar,  e assim o grupo da oposição representado pelo pré-candidato pelo partido PCdoB foram ao fórum eleitoral reclamar contra a pesquisa do grupo da situação, liderado pelo pré-candidato a prefeito Vilson Soares (PDT) tendo o apoio do maior grupo político da cidade, o grupo do prefeito Jairo Madeira.


A redação do blog fez uma leitura do teor da Liminar concedida pela justiça eleitoral de João Lisboa-MA que foi favorável nesse primeiro momento pela "suspensão da divulgação da pesquisa em jornais e veículos de internet oficiais" sob pena de multa em valor pecuniário, e ante a leitura chamou a atenção do motivo alegado pelo grupo da oposição em sua discordância da referida pesquisa, onde alegaram "detalhes técnicos relativos ao gênero dos entrevistados e escolaridade por exemplo", ou seja, a defesa jurídica do grupo do pré-candidato Vilson Soares segue confiante que em nada comprometerá o real resultado do levantamento estatístico da pesquisa que apontava a sua preferência do eleitorado joaolisboense e assim no prazo legal para a devida contestação a verdade do fato virá à tona.
É, no linguajar jurídico tem-se a expressão em latim "jus expeniands", que é a popular "briga na justiça" onde a parte insatisfeita recorre ao poder judiciário e a outra parte envolvida também faz uso de seu direito de se defender perante os homens togados.
O fato é que a campanha começou oficialmente, independentemente de prazos legais ou mesmo da pandemia, pois o que se vê na prática é a intensa corrida de todos os pré-candidatos em busca da preciosa atenção do eleitorado, seja em João Lisboa-MA como em todas as cidades do país.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hospital Mun. de João Lisboa comemora recuperação de 3 servidoras com Coronavírus...

Ponte sobre o rio Pindaré, na divisa com João Lisboa e Amarante, é finalizada ante a parceria de fazendeiros locais e a gestão de Jairo Madeira...

Oposição em João Lisboa trocam acusações em grupo de watzap da cidade...